Review: Princess Lover

26 06 2010

Princess Lover

Princess Lover

Olá!

Este é o primeiro Review do Blog, espero que gostem. O anime da vez é Princess Lover que foi exibido no Japão entre 5 julho a 20 de setembro de 2009, com 12 episódios ao todo. A versão de DVD (uncut, ou sem censura) continha as cenas que foram censuradas na exibição para  a TV, como peitos de fora e nudez. Esta foi a  versão a qual assisti para fazer este Review.

Exemplo Versão Uncut

Exemplo Versão Uncut

Princess Lover começa com Kobayashi Teppei, um garoto normal que vive com seus pais. Em um acidente, seus pais morrem e Teppei foi o único sobrevivente. No hospital, seu avô o adota e desde então ele começa a morar com ele. O avô de Teppei é um milionário japonês dono do grupo Arima, uma gigante empresa japonesa no anime. Teppei passa a usar o sobrenome do avô e logo começa a interagir com pessoas da alta sociedade japonesa.

Enquanto Teppei rezava no túmulo de seus país, ele avista uma garota numa carruagem sendo perseguida por alguns marginais. Ele decide ir atrás desta perseguição e salvar a moça. Teppei consegue despistar os marginais com a ajuda do mordomo da moça, mas a carruagem bate no guard rail e os dois caem numa floresta rente a estrada. Na queda, Teppei acidentalmente coloca a mão no seio da Charlotte, quando percebe o fato ainda se aproveita da situação e dá uma apertadinha. Charlotte acorda logo em seguida e se apresenta como uma princesa e reclama da “apertadinha”, na qual Teppei nega que foi proposital. Após isto Charlotte vai embora quando encontra seu mordomo, enquanto Teppei conhece sua nova moradia e Yuu, sua emprega particular que tem uma quedinha por ele.

Teppei e sua mão boba

Teppei se proveitando da situação e apalpando os seios da Charlotte

Nos episódios seguintes, Teppei se matricula justamente na escola onde Charlotte estuda (coincidência clichê) e não demora para os dois se encontrarem e também para Teppei conhecer as melhores amigas da moça: Sylvia, a noiva prometida de Teppei, aparentemente inspirada na Charlotte de Samurai Shodown(é loira, habilidosa com a esgrima e tem uma personalidade bem britânica) e Seika, que é a típica garota Tsundere. Inicialmente áspera e agressiva com Teppei, logo se derrete e fica amável com ele.

Teppei e Charlotte

E não demora muito a Teppei e Charlotte estarem numa cena mais quente

O sexto episódio é muito similar ao episódio das fontes termais do Fullmetal Panic? Fumoffu! Tanto no andamento do episódio como no local onde a turma fica hospedada são muito parecidos nos episódios destes animes. Detalhe que Fullmetal Panic? Fumoffu! é um anime de 2003. No mínimo foi muito inspirado esse episódio, para não dizer algo sobre plágio.

A partir do sétimo episódio o estilo do anime muda completamente, se transformando num anime de ação/suspense com lições de moral. Eu não entendo o porque desta mudança, se o anime foi feito para ser um harem ecchi? Neste ponto começa o plano de Hartmann contra a família Arima.

Gamba Gamba Teppei!

Uma das melhores cenas da parte ruim do anime. Charlotte apoiando com palavras o Teppei para conseguir arrombar o portão ("Gamba Gamba Teppei!")

Hartmann quando criança foi duramente repreendido pelo avô de Teppei, desde então, ele desejou se vingar desta humilhação. Convenhamos, um motivo de vingança muito do besta, diga-se de passagem. Hartmann deseja tirar tudo do avô de Teppei, fama, família, dinheiro, ou seja, deixa-lo na pior situação possível. Primeiramente ele manda Josephine organizar uma invasão a Arima Hills, criando uma situação para que ele pudesse sequestrar Charlotte e assim atrair Teppei para o seu planejado fim. Nos momentos de clímax, Teppei descobre que Hartmann matou seus pais, mas em vez de vingança, ele tenta o convencer com palavras, o que convenhamos, é um grande clichê.

Teppei Caindo

Teppei tomando um tiro de Hartmann e caindo do trem

No final, Hartmann explode o trem em que eles estavam, assim tentando suicídio e ao mesmo tempo matar Teppei e Charlotte, mas os 3 sobrevivem. Após isto ele acaba entendendo as palavras de Teppei e se torna uma boa pessoa. Um final mais do que feliz, chegando até ser um final forçado.

Além disso,  no último episódio, logo após Teppei conseguir salvar Charlotte, ela feliz da vida, decide agradecer Teppei com uns carinhos mais empolgados. Pela cara que a Sylvia faz, dá a entender que foram uns amassos bem “calientes”. Mas se estamos falando da versão sem censura (uncensored), por qual motivo não foi mostrada esta cena? Censura dentro da versão sem censura? Não faz sentido algum!

Charlotte encima do Teppei

Após isto só vemos a cara da Sylvia assustada, enquanto ouvimos o som do amassos dos dois

O anime acaba com um baile dançante no clube social, exatamente com as cenas de dança da abertura. Além disso,  a disputa de Charlotte, Seika, Sylvia e Yuu por Teppei (o pacto das fontes termais) não foi finalizada, mas deu a entender durante o anime que o Teppei prefere a Charlotte, e as outras se conformaram quando perceberam isto, principalmente a Seika. Mas isto não muda o fato de termos um final definitivo disto.

Sylvia e Teppei

Sylvia desistindo de Teppei com um beijo apaixonado

Seika e Teppei

Seika tambem desistindo de Teppei com um beijo

Concluíndo, Princess Lover tem um bom começo, mas se perde totalmente do meio para o final. É mais um caso de um anime que foi feito para um estilo e acabou terminando em outro, isto dá a impressão que o estúdio que o fez ficou com medo de continuar ou apimentar este harém ecchi ou tentou fazer algo para agradar todos (se esta foi  a intenção, falhou miseravelmente) ou algo mais politicamente correto,  colocando mais ação e suspense.  Se tivesse continuado com seu estilo no qual começou e tivesse desenvolvido a disputa amorosa de Charlotte, Silvi, Seika e Yuu pelo Teppei, com doses de ecchi e calcinhas a vista, teriamos tido um resultado bem melhor. Afinal, Princess Lover tinha esta proposta inicialmente.

Seika e sua calcinha listrada

Apesar de não muito presente, o conteúdo ecchi do anime tem sua qualidade

Pontos Positivos:

  • Personagens carismáticos como Charlotte, Silvi, Seika e Teppei.
  • Apesar de pouco, o ecchi apresentado no anime é de boa qualidade.
  • Bom inicio para um anime do gênero.

Pontos Negativos:

  • Mudaram completamente o estilo do anime, deixando a história confusa, mal trabalhada e com fatos não concluídos.
  • Personagens ruins, inúteis ou forçados como Josephine, Hartmann, Vicent e Nezu.
  • Para uma versão DVD uncut, mostrou muito pouco e ainda censurou uma cena.

Melhores Personagens:

  1. Charlotte
  2. Seika
  3. Sylvia
  4. Teppei
  5. Yuu

Veredito:

Princess Lover é um anime razoável, tinha potencial para ser um bom anime de romance com várias pitadas de cenas picantes, disputas amorosas e humor. Infelizmente tentaram transforma-lo em um anime de ação e suspense, erro fatal ao meu ver. Ainda sim eu recomendo para quem quer ver um anime com pitadas de ecchi, personagens carismáticos e tudo isto sem esperar muito dele. Para aqueles mais exigentes, talvez não seja um bom anime para assistir.

Nota Final: 6/10


Ações

Information

One response

26 06 2010
Lulu-nyan

assim gostei da review, foi bem escrita e a critica me parece condizente, não assisti o anime e nem acho que irei assistir, tenho um gosto mais exigente. enfim, tem alguns errinhos de digitação acho, mas nada demais,achei que não deu muita atenção aos personagens em particular, falou poucas caracteristicas de cada. tambem queria um pouco mais de informações sobre o estudio e o diretor, e sobre outros aspectos do anime como trilha sonora e dubladores

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: